FUNTNESS: O CICLO DA DESISTÊNCIA

Academia_Entrada_saidaExercício físico é bom e seu uso constante traz resultados. Muda a forma do corpo. Melhora a saúde. Previne doenças. Alivia o stress. Aumenta a disposição. Melhora o sono e por aí vai… A lista de benefícios da prática regular de atividades ou exercícios físicos é grande. Muitos desses benefícios são não apenas conhecidos mas, principalmente, reconhecidos pela grande maioria das pessoas < ou você já ouviu alguém falar que não se exercita porque isso faz mal?! >. As pessoas têm isso tão claro para si mesmas que investem dinheiro em instrumentos, oportunidades e locais para realizarem exercícios físicos. O mais comum deles são as academias de ginástica.

Mas se o exercício é tão bom e as pessoas sabem disso, por que é que elas gastam dinheiro com ele sem utilizá-lo direito < afinal um plano de fidelidade numa academia de preço médio compromete pelo menos 10 garoupas¹ do orçamento >? E o que é pior: elas fazem isso repetidas vezes ao longo de suas vidas < intercalando entre planos e mensalidades, dependendo da promoção do momento ou da habilidade do vendedor da academia >!

Seriam as pessoas estúpidas e incapazes de fazer um trade off² melhor? São as academias assim tão eficazes em emitir seu hipnótico canto da sereia do emagrecimento e da mudança corporal e atrair multidões de desavisados recorrentemente?

Sistematicamente, em janeiro, a procura pela palavra “academia” dá um salto nas páginas do Google. Consciência pesada < depois do ataque impiedoso ao peru e às guloseimas >? Resolução de ano novo (“ano que vem eu começo…”)? Não importa. Não é apenas um factóide da cultura popular. É real. Numa consulta ao Google Insight – ferramenta do Google que compara o volume de pesquisas feitas pelos usuários – é possível verificar que há crescimento na busca pelo termo “academia” no mês de janeiro. SEMPRE.

Nesse ano, como em todos os anos anteriores, um exército de pessoas ávidas por mudar seu estilo de vida fizeram promessas de ano novo depois de darem os ossos do peru aos cachorros… Ao analisarem as taxas de sucesso das “resoluções de ano novo” verificou-se que nas primeiras semanas de janeiro as coisas correm perfeitamente. Porém já em fevereiro as pessoas começam a derrapar e em dezembro a maioria está de volta onde começou < alguns ainda mais para trás! >.

Diferente das previsões dos astrólogos < ou dos meteorologistas > pode-se afirmar com segurança que a grande maioria desses (re)entrantes vai ter desistido antes do inverno chegar.

Por quê?! < Aqui vai uma afirmação instigante: Não tem NADA a ver com o atendimento dos professores! >

Basicamente por que eles caem < de novo > no famigerado Ciclo da Desistência. O Ciclo da Desistência compreende as etapas do processo decisório de renovação pelas quais passa o cliente na sua experiência com a academia. Ações específicas em cada uma dessas etapas potencializam a permanência < renovação da mensalidade ou do plano > e a adoção, pelo cliente, do hábito do exercício físico regular. Se quiser saber mais visite o link a seguir e baixe < gratuitamente > o modelo gráfico que explica o Ciclo da Desistência.

Quer saber como romper com esse ciclo? O Método FUNTNESS, metodologia que congrega técnicas de coaching e aderência para gerar fidelização entre praticantes de exercícios físicos em academias, estúdios e no treinamento personalizado, tem a solução. Em breve você saberá como. Enquanto isso, conheça o Ciclo da Desistência. Clique aqui:http://funtness.leadlovers.com/ciclodadesistencia01.

Como sempre, fique à vontade para comentar.

1. Garoupa Verdadeira (Epinephelus marginatus) é o animal que ilustra o verso da cédula de 100 reais. A garoupa é um dos mais conhecidos peixes encontrados nas costas brasileiras < por enquanto… >
2. Trade off. Escolha consciente entre duas alternativas onde se conhece as consequências da adoção tanto de uma quanto de outra.

Um comentário sobre “FUNTNESS: O CICLO DA DESISTÊNCIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s