FIT NEWS 18: ONDE ESTÃO AS PROVAS? GOVERNO É DESAFIADO A PROVAR QUE ACADEMIAS TEM RISCO MAIOR DE CORONAVÍRUS

Confira nessa edição do Fit News: Onde estão as evidências? Autarquia federal desafia o Governo a provar que as academias representam mais risco de transmissão do coronavírus do que outros tipos de comércio. Por quê o CREF precisa mudar seu mix de marketing?

1.

Na Inglaterra a UKActive, uma autarquia que representa o setor de academias e clubes no Reino Unido – semelhante ao CREF no Brasil – desafiou o governo britânico a fornecer evidências para justificar o enquadramento das academias e clubes esportivos como atividades de alto risco de transmissão do coronavírus.

Segundo a entidade, o setor de fitness e lazer é vítima de decisões dos governantes locais e magistrados baseadas no medo e sem evidências científicas concretas que possam atestar, indiscutivelmente, que as academias representam um risco maior de transmissão do coronavirus do que outros tipos de estabelecimentos comerciais já com permissão de funcionar.

Na Inglaterra, a política de quarentena que mantém academias fechadas está ameaçando de falência centenas de academias e colocando em risco milhares de empregos.

Por outro lado, há evidências crescentes em toda a Europa continental do sucesso dos protocolos de segurança adotados pelas academias que permitiu que milhões de pessoas usassem esses estabelecimentos de forma segura nos últimos meses, melhorando sua saúde e bem-estar tanto físico quanto mental.

A UKActive clama aos legisladores e governantes locais que tomem as decisões relativas ao funcionamento de academias com base nas evidências científicas já disponíveis e nos protocolos de segurança definidos para o setor.

Infelizmente, assim como na Inglaterra, a mesma coisa acontece no Brasil.

Legisladores e governantes parecem cegos para o papel que as academias podem desempenhar na promoção da saúde da população.

Todos, sem exceção, usam o argumento genérico da “aglomeração” para justificar o fechamento das academias.

Eles se recusam a perceber que – com os protocolos de segurança e distanciamento definidos para as academias – ir a uma academia pode ser mais seguro que fazer feira ou ir num sacolão!

2.

Nessa história, podemos fazer um paralelo da atuação da UKActive com o papel do CREF durante a crise do coronavirus.

O CREF já gastou milhares de reais com propaganda em grandes veículos de comunicação, tais como a revista Veja, para informar a população sobre a importância do profissional de Educação Física legalmente habilitado.

Não tenho conhecimento, até o fechamento desta edição, de nenhuma ação promocional do CREF em veículo de mídia similar à revista Veja para informar a população e os governos do papel dos exercícios e das atividades físicas para a saúde e a imunidade.

Se quisermos que o setor seja verdadeiramente reconhecido – pela sociedade – como integrante da “área de saúde”, então temos que mudar a PERCEPÇÃO que a sociedade tem das academias e dos profissionais de Educação Física.

Para isso é preciso “martelar”, na mente da população, o slogan “exercício é saúde”.

Só o sistema CONFEF/CREFs tem recursos financeiros para fazer isso, regular e continuamente, em escala nacional.

Por isso, ao invés de “procure um profissional habilitado”, a mensagem do CREF deveria ser “exercícios salvam vidas”. Isso impactaria muito mais a classe e o setor que ele representa.

Passou da hora do CREF mudar o seu mix de marketing!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s