APENAS 8% CUMPREM AS PROMESSAS DE ANO NOVO. COMO FAZER PARTE DESSA TURMA?

Angus and Phil-New Year Resolutions

O final/início de ano é um momento propício para reflexões. Há uma tendência para “desacelerar” e “voltar-se para dentro” refletindo sobre o ano que passou e fazendo planos para o ano que está por começar. Nessa época muitas pessoas fazem “promessas” ou “resoluções” para serem cumpridas ao longo do ano. Infelizmente 80% das resoluções de ano novo serão deixadas de lado até fevereiro e o restante será abandonada ao longo do ano. Ao final, apenas 8% das pessoas terão sucesso com suas resoluções, promessas ou planos¹.

Como fazer parte dessa turma?

Primeiramente é preciso entender “por quê” as resoluções de ano novo falham. Na maioria absoluta das vezes a falha vem “de dentro”. E não é culpa da infame “falta de motivação”. Motivos para mudar ou tentar fazer algo diferente/novo normalmente não faltam. O que falta, primeiramente, é o (re)conhecimento claro do esforço INTERNO necessário para sustentar o estresse e o desconforto causados em qualquer processo de mudança. Em segundo lugar falta um bom plano.

“Se você falha em planejar, está planejando falhar” Benjamim Franklin

Um plano é um “mapa” para se alcançar algo. Como qualquer mapa ele precisa ser bem desenhado, mostrando claramente o caminho que você tem que trilhar para chegar aonde você quer. A seguir quatro dicas comprovadas para você desenhar o seu mapa e aumentar as chances de cumprir suas resoluções e ter mais sucesso no alcance de seus objetivos pessoais/profissionais:

 

  1. Defina POUCOS OBJETIVOS. “O homem que persegue dois coelhos não pega nenhum”. Estudos sobre produtividade mostram que não conseguimos nos focar em muitas coisas ao mesmo tempo. Nossa “largura de banda” cognitiva é na verdade bastante estreita! Por isso eleja apenas 3 ou 4, no máximo 8, grandes objetivos para o ano. Depois, foque em apenas 1 ou 2 por trimestre! Sucesso gera retroalimentação positiva. À medida que for concluindo/atingindo objetivos você se reenergiza para continuar buscando novos desafios!

 

  1. Adicione PRAZOS E NÚMEROS. “Perder peso” ou “ganhar mais dinheiro” não são metas nem objetivos. Ditos dessa forma são, no máximo, intenções ou desejos. “Perder 5Kg até março” é uma meta. “Faturar $20.000 a mais até novembro” também é. Determine um PRAZO para cada um de seus objetivos. Sempre que possível adicione também um VALOR NUMÉRICO a eles. Para uma meta ser boa ela tem que ser ESPERTA: ESPEcífica – Relevante – Temporal – Atingível.

 

  1. REGISTRE E COMPARTILHE SEUS OBJETIVOS. Tome nota, por escrito ou num computador, de suas metas/objetivos. Quando você registra seus objetivos aumenta em 42% a possibilidade² de você realizá-los! Além disso, compartilhe seus planos com alguns < poucos e seletos > amigos. Periodicamente, comunique com eles seu progresso e suas realizações.

 

  1. Tenha um NORTE. Garanta que suas metas/objetivos estejam alinhados com um propósito maior. Faça um exercício de visualização do seu “eu futuro” e tenha boas respostas para as perguntas: “Por quê você quer isso?”, “Para que você quer isso?”, “Como você vai se sentir tendo alcançado essas coisas?”. Mantenha seu NORTE sempre em perspectiva. Ele ajuda você a retomar o rumo se você se desviar do caminho!

“Se seus sonhos estão dentro da sua Zona de Conforto eles não são, de fato, sonhos” Michael Hyatt

Por fim, para ter sucesso mantenha uma “velocidade média”. Não tente fazer muito de uma só vez. Imagine que você vai começar uma corrida. Se logo na largada você se impor uma velocidade máxima e fizer um esforço muito grande, em poucos metros você vai parar! Por outro lado, se você correr quilômetro após quilômetro, de maneira consistente e na SUA VELOCIDADE, você é bem capaz de correr uma maratona…

Qualquer um é capaz de, munido de energia inicial de ativação (motivação), começar um projeto de melhoria pessoal ou profissional. Porém muito poucas pessoas mantém um esforço consistente semana após semana < mesmo com algumas paradas ocasionais > na construção de seus objetivos.

Para melhorar o corpo, o trabalho, a carreira, ou mesmo a vida, você não precisa fazer um esforço enorme para obter resultados incríveis. Basta que você se esforce de maneira consistente. Parafraseando a Nike:

“Just do it”.

“É fazendo que se aprende a fazer aquilo que se deve aprender a fazer” Aristóteles

  1. https://www.statisticbrain.com/new-years-resolution-statistics/
  2. https://www.dominican.edu/dominicannews/study-highlights-strategies-for-achieving-goals

 

4 comentários sobre “APENAS 8% CUMPREM AS PROMESSAS DE ANO NOVO. COMO FAZER PARTE DESSA TURMA?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s